refúgio ♥

domingo, 16 de maio de 2010

Apetece-me pegar numa mochila e partir para longe daqui. Caminhar debaixo do sol e das estrelas e recomeçar noutro local. Onde ninguém me conheça, onde possa criar raízes principalmente longe de ti. Sem ofensa, sabes que te amo muito mas isso faz-me tão mal !
Quero mudar de ares, de rotina. Conhecer pessoas novas, criar laços para durar para sempre. Quero voltar apaixonar-me mas que seja por alguém que goste mesmo de mim e esteja disposto a lutar por mim.
Sabes o ser humano é imperfeito, mas tão imperfeito que chega ao ponto de me irritar. Tem um maldito órgão que comanda tudo, que se auto-destruí  entregando-se a qualquer um, depois volta para nós dilacerado à espera que nós lhe curemos as feridas. Não nos dá a hipótese de dizer não às suas escolhas e depois quando se parte é tarde de mais, já sofremos todos. Eu até vivia com isto se depois de tudo pudesse voar para longe e esquecer o sofrimento. E o meu engraçou contigo, já o partiste vezes sem conta mas ele continua a correr para ti logo que pode. E eu ainda não posso voar, não ainda. Nem adeus posso dizer quanto mais partir para sempre ! Por isso enquanto eu não o conseguir de volta, não o partas outra vez. Tenta cuidar minimamente bem dele.

Etiquetas: ,

4 Comentários:

Blogger Pat disse...

O coração é frágil como a porcelana e parte-se rapidamente. Há sempre quem tente voltar a junta-lo com pedaços de fita mas não apagam os danos causados, no fim é preciso saber cuidar para não se partir outra vez e para sempre.

16 de maio de 2010 às 21:23  
Blogger diana alba disse...

não escrevo melhor que tu, isso te garanto :')

16 de maio de 2010 às 21:37  
Blogger vanessa marques . disse...

era o que me apetecia fazer, também!
adorei (:

16 de maio de 2010 às 21:45  
Blogger Marie disse...

"Tem um maldito órgão que comanda tudo, que se auto-destruí entregando-se a qualquer um, depois volta para nós dilacerado à espera que nós lhe curemos as feridas"
Gostei imenso, sem dúvida ^^,

22 de maio de 2010 às 13:15  

Enviar um comentário

conta-me um segredo, eu não digo a ninguém . shiuu

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial